avenida das amoreiras

o nome dele é uma ferida
o dela é um olho aberto
o deste aqui é um arquivo morto
o daquele
um ornamento

o nome do homem ao teu lado
é homem ao teu lado
o do esquecido sob a pele
é segredo

o nome de batismo dela
toca com a ponta da música
o nome da sua amada:

escurecida de paixão
debaixo das amoreiras
enquanto as avenidas choram

outras postagens

Arquivo do blog